• A Única com 7 Piscinas

    • Home
    • News
    • Single News

Blog

Imagem do glicosímetro do João, ele inicia a aula com 226 de glicemia e termina com 91.

Natação Como Controle Da Diabetes

O diabetes é um distúrbio causado pela falta de uma substância denominada insulina. Ele também pode ser causado pela incapacidade da insulina de exercer seus efeitos, fazendo com que o organismo não consiga obter a energia dos alimentos de forma adequada e aumentando os níveis de glicose (açúcar) no sangue.

Realizar atividades físicas é muito importante para pacientes com diabetes. Já foi demonstrado em muitos estudos que a realização de exercícios reduz os níveis de glicose e melhora a ação da insulina, além de reduzir também os níveis de colesterol e ajudar no controle do peso. Essas ações podem reduzir a necessidade de medicamentos orais e a dose de insulina a ser aplicada.

Natação como atividade física

A natação é um esporte que possui muitas vantagens para todos nós, principalmente para quem tem diabetes. Melhora a vascularização, auxilia no retorno venoso, não sobrecarrega articulações evitando lesões, além de possuir uma vantagem que merece ser considerada: a ausência de atrito com a pele e escoriações.

A natação não ajuda somente aqueles já diagnosticados com diabetes, mas também pode ajudar a impedir que esta condição se desenvolva. É sabido que a inatividade geral, o sedentarismo, é a principal causa de diabetes tipo II, e exercícios aeróbicos pode representar uma maneira de garantir que se mantenha um estilo de vida ativo e saudável.

Uma vantagem da natação se estende aos portadores de diabetes tipo I: a prevenção de complicações, como os danos vasculares. O treinamento melhora a saúde dos vasos e a atividade dos nervos, como mencionado anteriormente, que padecem com o exagero de glicose em circulação. Estudos realizados sugerem que as pessoas com diabetes tipo 1, que se exercitam regularmente, tendem a ter menos complicações vasculares, neuropatias ou nefropatias.

Aluno Amaral

O aluno da Amaral, João Paulo Alves, de 12 ano (filho de Paulo Alves, que é atleta da amaral Triathlon há muitos anos) descobriu uma diabetes tipo I e atualmente precisa injetar insulina para baixar a glicemia. João começou a nadar na Amaral em junho/18 e tem acompanhado os parâmetros de glicose no sangue (antes e depois dos treinos). Os resultados obtidos neste curto espaço de tempo têm sido excelentes. Veja o papo que batemos com Paulo, pai de João!

João Paulo, com a faixa de capitão no braço e o sensor protegido.

João Paulo, com a faixa de capitão no braço e o sensor protegido.

Quando o João foi diagnosticado com diabetes?

O João Paulo tem 12 anos e nós diagnosticamos a diabetes (tipo I) do João em agosto de 2017. Ao longo do ano todo, nós vínhamos tentando descobrir mais sobre diabetes, principalmente sobre a aplicação das unidades de insulina. Ele tem uma alimentação bem regrada, mas ele é um adolescente como qualquer outro e tem suas vontades, então nós não reprimimos ele totalmente.

Alguém fez a indicação da natação como forma de tratamento?

Ele faz tratamento com o Dr. Mauro do Instituto de Diabetes Nossa Senhora das Graças. Desde o ínicio, o doutor recomendou o esporte pois a disse que insulina reage muito melhor com o metabolismo com o esporte junto.

O João tentou vários esporte, corrida, voleibol, e outros esportes, mas tanto a nutricionista dele quanto o próprio médico já haviam mencionado que a natação é o mais indicado para ele. A insulina reage muito mais no metabolismo dele com a natação, com isso teríamos mais êxito em diminuir a quantidade de insulina. E realmente desde a primeira aula, nós já percebemos o efeito da atividade.

Como têm sido os resultado até agora?

Ele tem um sensor no braço que monitora o nível de glicose de 30 em 30 minutos, e estamos sempre observando os resultados (a prof. Inge é muito atenciosa, cuida o tempo inteiro dele). Durante a aula percebemos uma queda no nível de glicemia dele, devido ao esporte (fato normal). Mas durante o dia da natação e o dia seguinte, a aplicação de insulina é bem menor do que antes.

Nós já diminuímos cerca de ⅓ de unidades de insulina (antes ele aplicava 20 a 25 unidades e hoje aplica 15 a 18). Nesses últimos 30 dias ganhou 2kg, cerca de 5% de peso (o que era difícil para ele por ser alto e magro).

Imagem do glicosímetro do João, ele inicia a aula com 226 de glicemia e termina com 91.

Alguns pais podem não acreditar ou às vezes economizam um pouco na natação, mas sem dúvida nenhuma esse foi um dos melhores acertos dos nossos últimos 12 meses.

Como o João tem se sentido?

Ele tem se sentido muito mais disposto durante o dia, para os estudos, para as atividades do dia-a-dia, tem sentido menos cansaço. Enfim, só estamos tendo benefícios com a natação. Fiquei muito admirado com resultados tão positivos. Assim como a insulina faz bem pra ele, a natação também deveria estar na prescrição médica de todos os pacientes.

Precauções

Alguns cuidados que devem ser tomados para iniciar a prática da natação.

1) Converse antes com seu médico antes de começar os treinos, que poderá pedir exames específicos para checar sua condição, como exames cardiológicos, exames para neuropatia, etc.

2) Converse com o instrutor / professor e comunique quem tem diabetes. Pode haver a necessidade de interromper seu treino por conta de uma hipoglicemia, para correção.

facebooktwittergoogle_plusmailby feather

Deixar um comentário: