• A Única com 7 Piscinas

    • Home
    • News
    • Single News

Blog

IMG_9977-min

Você sabia que a Seleção Brasileira de Futebol tem uma ex-atleta de natação da Amaral?

Thais Reiss, curitibana, 18 anos, jogadora da Seleção Brasileira de Futebol Sub-20, começou a nadar na Amaral com 4 meses de idade, e agora, de férias no Brasil, veio aproveitar o tempinho de folga da faculdade nos Estados Unidos para treinar na Amaral.

Thais começou a jogar futsal com 7 anos de idade, e jogou a maior parte de sua vida com meninos até ser convocada pela primeira vez para a Seleção Brasileira de Futebol Sub-17 em 2015. Logo depois foi para a Flórida, nos Estados Unidos, fazer faculdade de Gestão do Esporte, onde vive hoje em dia.

Aos 18 anos, a lateral-esquerda Thais é uma das grandes promessas da próxima geração do futebol feminino nacional. A atleta conversou conosco sobre seu desenvolvimento na Amaral, a influência de seus pais, carreira no futebol, e seus próximos desafios.

Relação com a natação

Thais começou na Amaral quando ainda era bebê, e aqui foi crescendo e se desenvolvendo, passando por todas as piscinas, desde a piscina 1 de bebês até a piscina 7 para a níveis avançados, onde competiu durante alguns anos.

“Minha mãe nadava comigo na barriga (grávida) e desde bebê até os 15 anos sempre nadei aqui na Amaral”.

Ela afirmou que a natação fazia muito bem para ela, pois além das amizades que fez durante todos esse período, o esporte também ajudava muito na parte física.

Depois de algum tempo, ela parou de competir, mas continuou nadando a noite com sua mãe e seu pai.

“Meus pais sempre nadaram, desde a faculdade, então a influência veio de família.”

Quando perguntamos à ela como a natação a ajudou como atleta, Thais disse: “Me ajudou muito no futebol principalmente pela questão física, afinal pra jogar 90 minutos tem que ter preparo,” além disso, ela lembra que era muito divertido estar praticando um esporte com os amigos, pessoas da mesma idade, onde um ajudava o outro a elevar o nível.

Sobre o retorno à Amaral, ela comentou: “Como eu ganhei um pouco uns quilinhos (nos EUA), cheguei aqui no Brasil um pouco acima do peso, conversei com minha mãe e resolvi fazer natação pra ver se eu recupero o físico, para daqui 2 semanas e meia, voltar para lá e me apresentar em melhor forma.”

Thais de volta à Amaral em suas férias da faculdade americana.

Thais de volta à Amaral em suas férias da faculdade americana.

Próximos desafios

Em relação à sua carreira até aqui e os próximos desafios, Thais comentou que a Seleção está se preparando para o próximo campeonato, a Copa do Mundo de futebol de feminino na França, agora no mês de agosto. Depois disso, ela volta para os Estados Unidos para a temporada na faculdade.

Ela mencionou também que em janeiro de 2018 foram campeãs do Sul-Americano, onde conseguiram a classificação para a Copa, “foi incrível, uma experiência maravilhosa”.

Thais disse estar muito feliz retornando à Amaral e reveno os professores e amigos de longa data.

“A Amaral sempre foi minha segunda casa, porque eu treinava na equipe de natação. Chegava aqui às 13:00, meus pais nadavam às 18:00 e íamos embora às 20:00, então eu sempre passava a tarde inteira aqui. Todos os professores me conhecem. É muito legal esse carinho que todos os professores têm e o cuidado de te fazerem sentir bem, e é muito legal estar de voltar e rever todos eles”.

facebooktwittergoogle_plusmailby feather

Deixar um comentário: