Festival de natação Amaral: Confira como foi a sexta edição

O Que Você Precisa Saber Sobre Salvamento Aquático
21/11/2016
Henrique Rodrigues: Nadador olímpico iniciou na Amaral (Entrevista)
22/11/2016

Um sucesso, com muitas crianças e pais felizes, além de enorme confraternização em torno do esporte. Para quem pensa que natação é um esporte individual, o 6º Nobre Festival de Natação Amaral – Troféu Henrique Rodrigues provou ao contrário. Mais de 180 pessoas se reuniram dia 5 de Novembro na Escola de Natação Amaral para prestigiar o evento. Ao todo, 168 crianças foram inscritas para as provas dos quatro estilos, em distâncias de 25 metros.

“O objetivo do Festival é ser uma competição onde todos ganham. Para muitas crianças é o primeiro desafio, e quando encaram isso, ganham autoconfiança, reconhecimento, carinho. Através do evento são destacados todos os benefícios do esporte, como disciplina, respeito, realização, saúde, entre outros”, destaca Fernando Amaral, professor da Escola e realizador do Festival.

Todos os competidores ganharam medalha de primeiro lugar, além de diploma por ter participado do Festival.

Presença olímpica

30192957753_8c754d4ac2_o

Henrique Rodrigues, nadador brasileiro que esteve representando o Brasil nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, participou do evento que leva seu nome, prestigiando todos os envolvidos e dando muito carinho e incentivo aos participantes.

“Eu fico muito feliz em estar servindo de espelho para essas crianças, porque já foram espelho para mim os grandes atletas, que hoje são meus amigos. É gratificante para mim, mais que qualquer medalha, mais que qualquer conquista”, disse Rodrigues.

Vale destacar que o nadador começou no esporte aos 5 anos, na Escola de Natação Amaral. “Comecei na piscina 3 e fui evoluindo para a 4, 5 e 6. Até que uma professora me perguntou se eu queria ir para a equipe, ver como era. Fui, fiquei uma semana e não quis mais voltar. Comecei a fazer amizade, gostar muito da natação, o que me tornou uma pessoa melhor”, afirma.

Incentivo ao esporte

Além da presença do Henrique Rodrigues, essa edição contou com a presença de treinadores e equipes de outras cidades.

Exemplo disso, é o grupo de 22 pessoas que vieram de Blumenau, Santa Catarina, com o treinador Rodrigo Rafael dos Santos, da Acqua & Sports Academia.

“Gostamos muito do Festival, do formato dele, foi nota 10. Evento muito legal, tanto da parte da competição como da ajuda social ao Hospital Pequeno Príncipe. Incentivar o esporte é o principal benefício, pois ajuda muito na motivação, disciplina, espírito competitivo”, afirma Santos.

Outro grupo presente foi o RDA, da treinadora Rosane Domit Abidalla, de Paranaguá, Paraná.

“Participamos desde a primeira edição. Sou responsável por um projeto social para crianças de escolas municipais, que estão indo este ano para as competições estaduais. E todas elas começaram aqui no Festival da Amaral. Se o Brasil entendesse que eventos como esse são o encaminhamento para futuros campeões, teríamos mais atletas de sucesso”, ressalta Rosane.

Aspecto social

Como nas edições anteriores, toda verba arrecada com as inscrições foi doada ao Hospital Pequeno Príncipe, totalizando o valor de R$5040 – vale destacar ainda os patrocinadores Speedo e Dentro D’água que ajudaram na realização do evento.

Confira algumas fotos do evento:

 

Amaral WhatsApp
Enviar Mensagem para Amaral